A magia de um mundo cada vez menos offline

A magia de um mundo cada vez menos offline

São 7:35. Meu aplicativo está me dizendo que este é o melhor horário para eu acordar, entre 7 e 8 horas da manhã. As cortinas são automatizadas e conectadas ao mesmo aplicativo, o que faz elas se abrirem no despertar do celular.

Levanto-me e vou para o banho ao som de Sun On My Face de Seasick Steve. É que o som ambiente também é conectado ao home – meu assistente pessoal. Tenho músicas especiais para cada ação automatizada na casa.

A temperatura da água no chuveiro é de 44 graus; o próprio chuveiro já identificou a temperatura ambiente e inseriu a ideal. As luzes de led na água informam quanto tempo ainda tenho de banho – para evitar desperdícios e custos desnecessários.

Enquanto isso, lá na cozinha, a cafeteira prepara o meu cappuccino com canela e chocolate, e o mantém quentinho até a minha chegada; e a torradeira, faz o mesmo com os meus pãezinhos. Foi o cardápio que escolhi na noite anterior.

Eu esqueci de dizer, perdoem-me a minha ignorância. Elas também estão conectadas ao mesmo sistema inteligente da casa, e iniciam os seus processos ao despertar do meu celular pela manhã.

Saio do banho e vou para a cozinha. Me resta apenas pegar a geléia para passar nas torradas. Neste momento, a música dá lugar às principais notícias do dia. A sequência é  política, negócios e esportes, conforme eu defini nas configurações do aplicativo.

Ao concluir o café da manhã, meu destino é o quarto. É hora de me arrumar para ir ao trabalho. Neste momento, já estou ao som de Bon Jovi, Misunderstood – sou bem eclético. Já no closet, meu assistente pessoal entra em ação novamente.

É que além de tocar músicas e ler notícias, ele também confere a minha agenda diária e me avisa caso eu necessite de um traje especial, como paletó e sapatos para uma reunião importante ou meu traje de banho às quintas, quando tenho natação.

Ouço uma notificação no meu celular. Eu esqueci, novamente, de falar. Ao finalizar o café, meu assistente também solicita um carro no aplicativo de transporte. É o tempo correto para que eu possa me arrumar até a carona chegar. Enfim, eu preciso ir.

A magia de um mundo cada vez menos offline

Essa história é fictícia, criada apenas para ilustrar esse artigo. Nada do que você leu durante ela está presente ainda em meu dia a dia, e muitas coisas creio que sequer foram desenvolvidas ou estão disponíveis no mercado.

Contudo, acompanhando de perto as notícias sobre o avanço das principais tecnologias, eu creio também que nada do que você leu está muito distante da minha – ou da nossa – realidade. Alguns produtos similares até já existem.

Percebeu que, há algo em comum em muitas das ações descritas na história? Quase todas elas estão conectadas à internet para serem realizadas com sucesso. Esta é a magia de um mundo cada menos offline.

Retratei uma ou duas horas, talvez, do início de uma simples rotina, mas certamente, se eu pudesse continuar contando o meu dia a dia nesta fantasia, presenciaríamos grande parte dos fatos também conectados à internet.

Seja checando os meus emails durante o trajeto até à empresa, nas rotinas de trabalho, pedindo meu almoço ou café da tarde por meio de um aplicativo, ou interagindo com outras pessoas e empresas na internet e nas redes sociais.

Essa reflexão me fez escrever esse artigo. Até que ponto estamos conectados ao mundo digital; e levando este questionamento para o futuro, daqui a 5, 10 anos, até que ponto estaremos conectados.

Você crê que um dia essa história pode se tornar realidade, ou melhor, a sua realidade?

Para termos uma resposta concreta para essa pergunta, não há nada que possamos fazer além de aguardarmos o progresso das tecnologias e nos prepararmos para a mudança de hábitos que ela irá nos trazer.

Gostou? Curta o artigo e compartilhe com os seus amigos 🚀

Antes de sair, não se esqueça de comentar a sua opinião sobre o assunto 💬

👉🏼 Para acompanhar os meus conteúdos diários, basta me seguir no Linkedin ou ativar o sininho aqui no blog.

Até a próxima, pessoal! 🙂

Guilherme Bogo Vinci

Mercadólogo e publicitário dedicado. Professor e palestrante apaixonado. Escritor motivado. Investidor curioso. Ciclista todo dia. Empreendendo e aprendendo. Ensinando e ajudando quem deseja empreender. Essa é a minha vida.

Não vá sem deixar o seu comentário ;)

Deixe uma resposta