5 hábitos para excluir da nossa vida em 2020

5 hábitos para excluir da nossa vida em 2020

Nada melhor do que este período do ano para instigarmos reflexões e projetarmos mudanças para a nossa vida pessoal e profissional. Um ano novo pode se tornar uma excelente oportunidade para dar a volta por cima nos resultados.

Por este motivo, eu fiz uma profunda reflexão sobre os principais obstáculos e desafios que tive em meu dia a dia em 2019 e listei 5 hábitos que não desejo ter a partir de 2020, para compartilhar com vocês aqui.

5 hábitos para excluir da nossa vida em 2020

Quem sabe, eles estejam presentes em sua reflexão e possam fazer parte da sua lista de hábitos para excluir da rotina neste novo ano, ou melhor, nós possamos nos ajudar para excluí-los e produzir resultados muito melhores juntos.

Vamos lá?

#1 Reclamação

Reclamação é um termo bastante clichê, mas fiz questão de colocá-lo em primeiro lugar por ser o hábito mais insistente em permanecer em nossas vidas, produzindo péssimos resultados – e também porque sou vítima dela muitas vezes. 

Aprendi que as duas melhores armas para driblá-la em nosso dia a dia é a respiração e a reflexão. Estou praticando. Quando vejo algum ruim, apenas respiro fundo e faço uma simples pergunta para mim mesmo: “Onde errei?”. 

#2 Autopunição

É muito importante sermos críticos ao ponto de conseguirmos manter hábitos saudáveis em nossa vida, mas a partir do momento que isso se torna uma punição gratuita e desnecessária, passa de ser uma qualidade para ser uma autopunição.

E ela, além de não trazer benefício algum para a nossa vida, torna o processo de reconstrução da nossa autoestima muito mais difícil. Por este motivo, devemos aprender que errar é humano e fracassar pode se tornar uma grande oportunidade.

#3 Autopiedade

Eu sei que é estranho ler o termo “autopiedade” logo depois de “autopunição”, mas é possível, sim, encontrar um equilíbrio. Autopiedade é, basicamente, o hábito de se colocar como vítima diante de resultados não desejados em nosso dia a dia.

Contudo, existem momentos em nossa vida que devemos nos guiar pelas decisões, e não pelas condições, ou seja, mesmo se as condições que nos encontramos não sejam favoráveis, são as decisões as únicas que podem nos tirar de lá. 

#4 Comparação

A atitude de comparar é, basicamente, julgar uma condição específica e questionar a própria capacidade de alcançar um objetivo, em razão destas condições serem diferentes. Vou dar alguns exemplos, creio que seja melhor.

A empresa tem o dobro de funcionários do que a minha, não posso competir com ela. Eles têm muito mais experiência na área do que eu, não posso competir nesta vaga. Condições diferentes, mas que não justificam resultados antecipados.

Embora, eventualmente, seja um fato as condições melhores, é preciso pensar positivo, se preparar e se dedicar ao máximo a cada objetivo. É aquela velha história, se ganhar, ganhei. Se perder, aprendi. Esse é o segredo.

#5 Pessimismo

Para finalizar, um sentimento ruim que aflora em muitas pessoas, o pessimismo. Seja depois de um resultado negativo, ou pior, antes de qualquer resultado, o pessimismo é o verdadeiro vilão da autoestima e da força de vontade.

Eu costumo dizer que devemos ser realistas, mas ousados. No entanto, acima de tudo, otimistas. Mesmo com muitas pessoas dizendo o contrário, eu acredito na motivação como fator fundamental para o sucesso todos os dias.

Quais hábitos você vai excluir da sua vida em 2020?

Conta aí nos comentários quais hábitos você deseja excluir da sua vida neste novo ano e o por que você deseja fazer isso. Que ao final deste ano nós possamos retornar aqui e vermos todos os nossos objetivos alcançados.

Ah, amanhã tem 5 skills para conquistar em 2020. Fique ligado!

Um Feliz 2020 para você! 🥂

Guilherme Bogo Vinci

Mercadólogo e publicitário dedicado. Professor e palestrante apaixonado. Escritor motivado. Investidor curioso. Ciclista todo dia. Empreendendo e aprendendo. Ensinando e ajudando quem deseja empreender. Essa é a minha vida.

Não vá sem deixar o seu comentário ;)

Marcações:

Deixe uma resposta